terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Hot Witch!

Vou mostrar aqui um pouco do precesso de criação da ilustra Hot Witch! Como sempre, faço uma ideia principal, e o observador criar suas próprias conclusões sobre a cena, com base na ação e detalhes que vai achando na cena.
Em um momento de descanso na empresa onde trabalhava, comecei o desenho sem pretenção de ser um desenho finalizado. Estava treinando expressões mais distorcidas/estilizadas sem o uso de referência. A ideia era fazer um rosto de um velho, mas logo acabei o caracterizando como um mago (para variar, rs). Olhando a expressão dele, imaginei uma cena de magia, onde ele transformara a mulher feia, em "gostosona". Imaginando a esposa dele, esbocei um possível rosto para ela, que mais tarde, acabei modificando. Após ter feito a expressão dos dois personagens, fiz um rafe bem simples do "geralzão" da cena,
Como sempre comento, rostos e mãos, gosto de trabalhar o maior número de detalhes possível. É sempre importante o uso de referências para dar uma realidade e expressividade no trabalho final. Neste caso, também pesquisei mobiliário antigo e simulei a abertura da página da revista na mão do mago.
Usando os rostos criados, coloquei-os na composição final, onde me preocupei em ornar a expressão dos personagens em seus respectivos corpos, ajudando na expressão e dinânica da ação principal da cena.
Com um tom predominante da cena, comecei a trabalhar as cores dos personagens. Geralmente, o início da pintura é tudo muito feio, pois a pintura está bruta. Após trabalhar sombras e luzes, o desenho vai pegando forma e vai-se lapidando com muita paciência. É importante deixar os detalhes por último, pois agiliza muito o processo quando nos preocupamos primeiro com as massas, e depois com os detalhes.
Com o tom escuro do armário, os personagens já tomaram mais força e se destacam. O contraste é muito importante para dar um ânimo no trabalho, pois como tinha dito inicialmente, no início é tudo muito feio.
Com a cena principal arquitetada, usei as áreas vazias do quarto para colocar detalhes a serem vistos em uma segunda olhada, como costumo fazer nos trabalhos mais detalhados.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

A Hora da Verdade!

Esse foi o processo criativo para desenvolver essa ilustra para uma arte comissionada. O cliente solicitou uma cena com o personagem Hook "Capitão Gancho" e o Peter Pan, no meu estilo. Primeiro, desenvolvi alguns roughs para a aprovação do cliente:
Com a ideia aprovada, comecei o processo de detalhamento. Pesquisei algumas imagens, que me ajudaram a definir importantes detalhes, expressões e cenário para a finalização da cena. Como é de costume, gosto muito de pesquisar os Mestres, no caso, Norman Rockwell e referências fotográficas, para alcançar uma realidade maior nos detalhes da cena.
Nesta imagem, decidi fazer uma underpainting digital, trabalhando toda a imagem em tons de cinza, para aplicar futuras velaturas...
Começando o processo de velaturas, fui observando alguns detalhes que não ficaram legal na prática. Eliminei e modifiquei algumas coisas, a Wendy presa, por exemplo, foi uma delas...
Ilustra finalizada, tentei trabalhar figuras caricatas, com acabamentos mais realistas. Espero que gostem :)
Abração e obrigado a todos!!